sexta-feira 21 julho 2017

Cão e Gato pega dengue ?

Segundo o Ministério da Saúde, até o dia 7 de março, o número de casos da doença representa um aumento de 162% em comparação ao mesmo período do ano passado, já são 224 mil casos de dengue no Brasil. No interior de São Paulo existem várias cidades com surto da doença.

Já casos da febre chikungunya, doença também transmitida pelo Aedes aegypti, somam 1.049 casos até o dia 7 de março, sendo 459 na Bahia e 590 no Amapá, o que demostra que todos devem se envolver de verdade para o controle dessa doença. Por isso, é sempre bom conhecer o nosso inimigo muito bem. Separamos 10 curiosidades sobre a dengue :

Milhares de casos registrados por ano

Segundo um novo estudo da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, publicado na revista Nature, a doença atinge aproximadamente 390 milhões de pessoas por ano, segundo os pesquisadores britânicos, 70% dos casos de dengue no mundo se concentram na Ásia – a Índia sozinha corresponde a 34% de toda a carga global da doença. No continente americano, são registrados 14% dos casos de dengue no mundo – principalmente no Brasil e no México, que concentram metade de todas as infecções do continente. Os dados da América são praticamente os mesmos que os da África, onde a infecção não era vista como algo preocupante.

mapa-mundo-dengue
O mapa, produzido por pesquisadores da Universidade de Oxford, mostra a distribuição dos casos de dengue no mundo: áreas em vermelho representam o maior risco da infecção e, em verde, o menor risco(Nature/Jane Messina/VEJA)

O mosquito da dengue pode picar a qualquer momento do dia

Diferente de outros mosquitos transmissores de doenças, o Aedes Aegypti pica durante o dia. e somente a fêmea transmite a doença.

Existem 4 tipos de dengue

São quatro os tipos de dengue: Tipo 1, 2, 3 ou 4, sendo as mais comuns de Tipo 1 ou 2. Aqui no Brasil, o tipo 4 tem feito mais vítimas, pois a taxa de pessoas imunes a ele ainda é pequena, por ser novidade. Há registros de que o tipo 5 do vírus da dengue já foi identificado em alguns locais, mas nenhum trabalho científico ainda foi publicado sobre isso.

Dengue clássica não provoca hemorragia

A diferença entre a dengue hemorrágica e a clássica está no sintoma de hemorragia. Enquanto a clássica não possui este fator, a hemorrágica apresenta sangramentos gastrointestinais e na gengiva.

Os mosquitos da dengue voam pouco e baixo

Um Aedes Aegypti não chega a voar nem 200 m do local que ele nasce. Desta forma, se estiver por perto de um, saiba que ele nasceu por ali mesmo. O Aedes aegypti não consegue voar em alturas mais altas do que 1,5 metros, mas isso não significa que ele não alcance andares mais altos de prédios ou se deslocar para outros bairros ou cidades. Por incrível que pareça, o mosquito pode se locomover “pegando carona” em um ônibus ou carro e até mesmo subir em um elevador. Ele costuma procurar lugares mais escuros para ficar e, por isso, se esconde muitas vezes em quinas, inclusive de meios de transporte.

Significado do nome Aedes Egypti

O nome Aedes Egypti significa “odioso do Egito”, sendo que Aedes deriva do grego e quer dizer “odioso” e Egypti é do latim. O mosquito saiu do continente africano em direção às Américas e, mais tarde, alcançou países da costa oeste africana. O mosquito da dengue foi identificado cientificamente em 1762, quando foi chamado de Culex aegypti, ou seja, mosquito egípcio.

Países tropicais são mais propensos à doença

A dengue é mais comum em países tropicais, pois o clima se torna mais favorável para a reprodução dos mosquitos. No entanto, estudos recentes já comprovaram que o vetor da dengue também já consegue se reproduzir em países europeu, devido as transformações ambientais que o país vive.

O Aedes Egypti também transmite outra doença

Além da dengue, o Aedes Egypti pode ser responsável pela febre chikungunya.

Ovos e poder de sobrevivência

É possível que uma fêmea bote de 150 a 200 ovos de uma única vez. E as larvas do Aedes aegypti conseguem sobreviver por até três meses sem contato com a água. Portanto, além de esvaziar, é preciso limpar os recipientes. De preferência com uma bucha, água e sabão

Dengue somente em humanos

Apesar de conseguir picar outros animais, o Aedes aegypti só transmite o vírus da dengue para humanos. Por isso, não se preocupe: seu cachorro e nem seu gato não vão ter dengue se for picados pelo Aedes.

Fonte:  http://mundoconectado.net

 

posts relacionados

A-A-1